sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Entrega do Nucleus5

Estou a usar de volta o meu processador de fala de origem, o Nucleus Freedom, no dia 19 de Outubro rumámos novamente à Widex-Lisboa para entregar o Nucleus5. Foi contudo uma experiência positiva com muitas melhorias à vista - e decidi aguardar pelo próximo processador pois não faz sentido comprar um agora se o meu continua funcional tirando aquela parte chata da pequena rachadura que poderá ser resolvida com cobertura através de um filamento de plástico fininho - não tentem fazer isto em casa enquanto o processador estiver dentro da garantia - o meu já não o está.

Foram 3 semanas intensas - desde aquele momento em que passei a saborear as novas sensações sonoras do Nucleus5 as diferenças foram gritantes, no primeiro dia, tudo me era baixinho por estar numa fase de adaptação. Ao terceiro dia, à noite alguma coisa aconteceu - nunca ouvi tantos grilos a cantar com o trânsito corrente e parecia que estes ruídos normais e absurdamente altos tinham diminuído em modo automático - pude escutar a fala naturalmente sem os habituais "Ah?" quando as viaturas passavam por mim. Meteu-me impressão por estar tão acostumada a ouvir tudo muito alto com o Nucleus Freedom. 

Houve discriminações de frases repentinas, em todos os lugares barulhentos, e mal a pilha acaba o processador emitia tantos apitos sonoros e inclusive o telecomando. A duração das pilhas foram 3 dias.   

Nunca imaginei que o barulho da água pudesse soar de forma real ou melhor que o Nucleus Freedom, juro que não sei explicar estes pequenos detalhes, que quase andei de lupa no ouvido tal que sons sons vinham nitidamente. 

Foi portanto uma experiência adorável.

Que venha o próximo processado de fala, daqui a 4 anos e esse seguramente será meu. Até lá vou escutando com o meu melhor amigo de sempre, Sun Melody. 
 

Sem comentários: