quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Reflexão Interior

(Photo - Todos os direitos reservados Sun Melody)

Do nada comecei a ouvir o piu piu melódico dos pássaros, neste tempo louco que faz um calor esquisito, húmido por vezes e ventoso quando a gente menos se espera. Uma mistura de Verão e Outono de braços dados, um emaranhado de sons contínuos que ingere quantidades enchentes no meu interior sereno.

Este processo de aprender ouvir e saber ouvir cativa como degraus infinitos, subindo cada muralha do esforço e quando mais alto trepava, mais criança sentia que tocar o céu na ponta dos dedos vislumbraria uma cidade diferente da que conhecia, uma cidade sonora e brilhante recriando a sua própria musicalidade.

E o teu ouvido implantado beija-te, sabendo que vai estar sempre presente para o resto da tua vida dedicando lindas sinfonias de sons. Como nunca estás satisfeita, queres sempre mais e mais até que viste a necessidade de mudares o caminho, decidiste enveredar o implante Coclear Bilateral.

Até lá, vamos aguardar e ver se o mundo continua a girar.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Vento e Chuva

O Outono chegou em força com cores, chuva e vento. Já tinha saudades de ouvir o ar agitado a dançar rolando as folhas castanhas no solo e os picos caírem das nuvens na noite anterior em que o mundo chorou copiosamente nas altas horas de madrugada.

Música deliciosa, que estremece no meu ouvido implantado e aquece o coração.

domingo, 18 de outubro de 2009

Outros Momentos IC

(Photo todos os direitos reservados by Sun Melody)
4 meses após a activação


Esqueci-me de mencionar um episódio marcante que se passou dentro da camioneta, tinha os olhos diante da montra vidraça e ouvi um telemóvel a tocar, uma passageira desconhecida atendera e pude perceber a conversa ali, foi difícil acreditar no que ouvia.

Uma Surda Profunda cuscar a conversa dos outros, sem leitura labial estando ela à minha frente, no lado direito e próximo das portas de saída. "Tou .... (sem entendimento) .... estou a chegar. Sim, estou mesmo perto ... (sem entendimento) ... até já".

Abanada, percebi que a camioneta estava parada no semáforo, e daí o ruído de fundo ser menos intenso que o habitual. Pela primeira vez na vida, na era pós-implante posso finalmente experimentar e abusar tudo o que o processador de fala me oferece.

------------

Perdi o medo, fui à discoteca com o meu mais-que-tudo e amigos, é indescritível! O som entra mesmo no ouvido, mas nunca imaginei que fosse tão alto e nítido, foi impressionante ao ponto de não ter aguentado mais e desliguei o processador de fala. Mesmo assim conseguia ouvir a música pela via natural do lado implantado.... foi maravilhoso!!!

-----------

Plena escuridão, dentro do estabelecimento escuto um nítido "Anda cá! Anda cá!"

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Momentos IC

(Todos os direitos reservados Photo by Alicani)

As palavras começam a fazer sentido ao entrar pelo ouvido implantado, directo ao cérebro com aparente facilidade. Há dias, estive numa orquestra organizado por um grupo de mães dos músicos onde a família e amigos poderiam estar presentes, portanto uma festa bem apreciada e agradável.

Vibrei ao som dos instrumentos. Mágico. A sonoridade.

Já no fim, uma senhora dirigiu-se na plateia e pegou no microfone tapando a boca para mim essencial sustentar a harmonia da leitura labial à distância donde me encontrava, sentada na bancada vermelha lotada de indivíduos embalados. Recorri na minha audição, a de tentar decifrar nuances nem que sejam palavras soltas. O mais surpreendente estava a ascender o inimaginável, inesperadamente ouvi:

"É uma honra ter-vos aqui ........ (sem entendimento) ....... muito obrigado por estarem presentes ........ (sem entendimento) ......... vamos agora rifar, não é depois mas agora ......... (sem entendimento) ......"

"O prémio do sorteio é o numero trinta e sete"

---------------------
Com o meu namorado noutra ocasião, de costas viradas para ele ouço:

"Guarda a carteira dentro da tua mala"

--------------------
Ontem na mesa de votos donde ocorreram as eleições autárquicas, pessoas que não conheço e são completos desconhecidos, eu olhava para o boletim de votos discriminando os números e palavras auditivamente: quarenta e vinte, trinta três e noventa.... faça favor, pode entrar, aproxime, bom dia, boa tarde por aí fora.

-------------------
Relativamente ao Implante Coclear Bilateral, está em suspensão até quarta-feira, depois darei notícias.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Dia Azedo!


Devo ser alérgica ou uma goma doce que atrai políticos e deputados socialistas, decididamente não me dou bem com eles, descobri no curso durante a sua apresentação eloquente que o docente é um político em actividade e candidato à Presidência da Câmara Municipal de Almada.

Valha-me!!! Valha-me!!! Valha-me!!! Não acredito nisto! Fiquei para morrer!!!