sábado, 29 de agosto de 2009

NOVIDADE BRUTAL


Tomei conhecimento na rede virtual o que muito segredava, e a Europa foi berço ao lançar o novo implante da Cochlear, o Nucleus 5.


sábado, 22 de agosto de 2009

Ùltima Hora

Incêndio activo no distrito de Covilhã, um grande fumo de cinzas emerge feroz no céu azul, consigo ver daqui, na vivenda dos meus primos.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

InterCidades


Estou numa montanha-russa alucinante de viagens em curto espaço de tempo, na véspera apanhei um valente escaldão solar na praia... caraças, isto dói, custou-me tanto vestir as calças de ganga. Nunca vi as minhas pernas tão vermelhas e assadas, aquele vermelho quase de um cor-de-rosa profundo e juro nem sei como consegui viajar de comboio durante 4 horas com o rabo "esfolado" no InterCidades a caminho de Covilhã.

O incómodo foi intensificando e a única coisa que tinha a certeza, era querer despir as calças ou seja troca-la por um moderno calção curto. Para distrair, liguei o cabo áudio pessoal do processador de fala ao upgrade do telemóvel e dali saiu melodias ritmadas ao mesmo tempo que se ouvia o barulho do comboio alimentado por electricidade ecoando o caos no interior, com o vento a acariciar as janelas.

Parece inacreditável escutar tantos sons, uns atrás de outros, uma vivalma de ruídos inesperados e é tão bom ser implantada saboreando a cada eterno instante, mergulhada nos pensamentos vislumbrei Fundão no horizonte, semi-escondido no meio de um mato florestal intensamente povoado e já não faltava muito para chegar onde teria a irmã e primos à minha espera nesta cidade que os viu crescer.

Pisei a terra da industria de lã, das estradas serpenteadas que sobem e descem na montanha em que pequenos e grandes flocos de neve quedam no Inverno, onde as crianças e adolescentes andam de trenó. No verão é abrasador, ardente e não existem sombras, há a piscina nova embora demasiado pequena para tamanha população, é uma cidade em constante mudança que afectará de forma inevitável a permanência da neve no pico da Serra de Estrela.

Fomos ao Shooping, ver montras e não resistimos a saída de novas colecções, entramos adentro na Pull and Bear com uma música de fundo a tocar, encontrei uns calções fantásticos por sinal barato, uma camisinha roxa a condizer para puder aliviar da queimadura rosada... porque com calças não podia mais.

(continuidade)

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Um alô


Não desapareci, estou apenas de férias e que bem me está a saber este descanso sem pressas. Muito tenho para contar, mas antes de tudo falta o resto que se encontra não muito distante do lugar, e Coimbra aproxima-se lentamente... portanto é um até já prolongado.