quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Discriminação Auditiva


Imagem retirada daqui

Anteontem, depois de ter tido uma manhã atribulada na metrópole lisboeta tornou-se evidente o cansaço que se fazia sentir no meu corpo, quase esgotada mentalmente de tanta pressão acima dos ombros.

Sentada no banco metálico da estação de comboios, uma aragem gélida batia-me o rosto esvoaçando os milhares fios de cabelo e o processador de fala de vez enquanto espreitava o mundo.

Piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii. Credo!

Um apito muito agudo, e depois o altifalante anuncia, no entanto percebe-se pessimamente e só consigo apanhar bocados da frase "Senhores Passageiros ........ comboio ...... Setúbal ......." - digo eu, está a chegar.

Mesmo á distância, as rodas chiavam, gosto do som.

As portas abrem automaticamente, entro, desço as escadas para o "rés-do-chão" desesperada por um sossego momentâneo e vejo o jornal deitado na polpa, pego-o para manter a leitura em dia sobre as tendências da actualidade, ainda se fala sobre a vitória e momentos históricos de Barak Obama.

A seguir, a famosa crise financeira, salto a página procurando o soduko - este jogo fascina-me tanto mas tanto e nunca fui boa em números, cada dia me surpreendo. Concentrada lá ia resolvendo o problema existial do quadrado, nem me tinha apercebido a presença do revisor a meu lado, até eu ouvir um tímido "desculpe!", sobressaltei-me!

Um pouco a leste, mexi as mãos apressadas e retirei das calças o passe, no entanto os meus dedos escorriam sempre que tentava tirar o passe do plástico, e novamente o revisor pronunciou "não é preciso" - olhei embasbacada.

Tinha discriminando as palavras sem fazer leitura labial! E eu percebi nítida e claramente - inteira, sem intervalos e paragens no tempo vocal. Soletrou tudo seguindo.

4 comentários:

Marcelo em busca do mundo dos sons. disse...

Oi Sun Melody, são muitas suas vitórias, e creio que meu Marcelo dentro em breve estara qui falando se seus avanços com IC.

bjs!

oliviacastrocranwell disse...

Hola Sun, a pesar de que a nossa historia é bastante diferente...eu ja escutei no passado...posso entender muito bem o que você fala. Quantas vezes eu me encontrei com alguém colado a mím falando-me sem eu saber. Eu admiro a sua tenacidade e a sua atitude. Desse jeito todas as suas conquistas são uma sinfonía.. mas cansa, é verdade, cansa...mas vale a pena.
Eu ja discrimo as palavras, porém não percebo os sons ambientais, eu não discrimino a palavra inteira, eu a completo... a leitura labial ajuda muito tambem. Vou ficar muito feliz quando eu comprender uma frase inteira sem ler os labios.

Gosto de compartilhar esta aventura com você

Je t´embrasse

Lia disse...

Oi Sun Melody.
Encontrei por acaso no meio de uns papeis o nome do teu blog que eu havia perdido.
Por isso não passo aqui há muito...
Gostei de saber os progressos que tens feito com o teu implante.
Eu também fui implantada, mas nunca consegui ouvir muito bem sem ver o movimento labial, que pena...
Muitas felicidades para ti. Lia

Anónimo disse...

acompanho vc pelo fórum de Portugal, sou brasileira de Salvador-BA, fico muito feliz com a sua evolução espero que seja assim também com meu pequeno que vai implantar. Bjos Mag