segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

O meu Natal


No dia anterior da véspera de Natal, o distrito de Setúbal e Lisboa estavam em alerta laranja, temi o cancelamento dos transportes colectivos devido ao mau temporal inconsolável. Todavia o tempo melhorou e foi bom regressar ao norte de comboio, passar o Natal na pequena e isolada aldeia onde reina o frio, a chuva e neve. Rever a família e matar saudades, abraça-los como se nunca houvesse um novo amanhã.

O cheiro da lareira e o fumo sair pela chaminé das casas. O som das vozes, o som dos passos corridos aos atropelos dentro da nova moradia, a meiguice das gargalhadas. Assistir a queda de chuva na janela, como fazia em criança, vendo o mundo a trovejar furiosamente, estrondo intenso e barulho ecoado depois da explosão de luz, o frio arrefecido criando geadas em tudo que era lado.

Os quatro dias que lá passei foi agradável, muito. Tudo impecável e delicioso. O amor e a cumplicidade sempre presentes, assim foi o meu Natal.

1 comentário:

Olivia disse...

Hola mi Sun querida, estou muito feliz de saber que vc passou um ótimo natal pq vc merece. Sos una cyborg adoravel. Te desejo um maravilhoso ano 2010. Eu tb estou tentando fazer o bilateral. Continua nessa luta?

Beijos enormes