sábado, 29 de maio de 2010

Momento IC

Saí e fui dar uma pequena volta, de uma ponta à outra, da casa para o clube e soube bem apanhar ar fresco. Não estava assim um vento agitado como das outras ocasiões e conforme ia caminhando ouvia os meus passos a pisar as minúsculas pedras redondas. Os chilreares dos passarinhos no início do anoitecer embalava na combinação deslumbrante o entoar melódico da natureza, um poder sem igual extraordinariamente apreciado.

Limitei-me sorrir e pensar como é belo escutar. 

1 comentário:

Blogadinha disse...

Mais livre e solta do que os passarinhos... Belos progressos. Bons relatos. :))