terça-feira, 21 de outubro de 2008

Da Mais Nova


Chateada, irritada e estupidamente enfurecida. Onde posso arranjar um roupeiro que traga consigo um cadeado? Para a minha mais nova não andar a vasculhar, com os seus risos maliciosos e o dedo estendido a magicar diante das portas de madeira onde cuja roupa minha encontra-se pendurada, alisada no cabide.

... no passar de horas, chego a casa vou até ao quarto reabrindo a gaveta, e a minha camisola favorita desaparece do mapa... juro, juro, juro que sou capaz de rasgar a montanha de novas requisições vestuárias da mais nova até ao tecto à pala de umas valentes tesouradas... merecia de todo!

Quem ria, era eu. Aí, que vontade está a me dar!!!

Sem comentários: